quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Estudantes realizam simulado de matemática e língua portuguesa para a Prova Brasil


ESCOLA ESTADUAL DE LAGOA DA CONFUSÃO

A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), por meio da Gerência de Avaliação da Aprendizagem, aplicou, nesta quarta-feira, 18, nas 13 Diretorias Regionais de Educação, o segundo simulado preparatório para a Prova Brasil. O objetivo é ofertar educação de qualidade para todos os alunos com ações que fortaleçam a participação e garantam o êxito dos estudantes nas avaliações do Saeb/Prova Brasil.
Participaram da avaliação os alunos do 5º e 9 ano do ensino fundamental e da 3ª série do ensino médio da rede estadual, nas disciplinas de língua portuguesa e matemática para todas as referidas turmas. A primeira aplicação do simulado ocorreu no dia 11 deste mês.
A elaboração e reprodução das provas são realizadas pela Seduc, mas a aplicação e correção ficam sob a responsabilidade de cada unidade escolar.
Os alunos receberam todas as orientações em relação ao simulado, como tempo, número de questões, organização dos blocos e preenchimento do cartão-resposta. Tendo como base o formato das avaliações externas da Prova Brasil.
No simulado, os alunos do 5º ano respondem a uma prova contendo 44 questões, sendo 22 de matemática e 22 de língua portuguesa. Os alunos do 9º ano do ensino fundamental e da 3ª série do ensino médio tiveram uma prova composta de 52 questões.
Segundo Emerson Azevedo Soares, gerente de Avaliação de Aprendizagem, o simulado tem questões semelhantes às questões da prova Brasil. “As habilidades contidas no simulado são as mesmas que serão avaliadas na Prova Brasil. Isso deixa os alunos mais preparados para a realização da prova”, afirmou

Escola de Caseara realiza palestras sobre preservação do meio ambiente



A Escola Estadual José Alves de Assis, de Caseara Tocantins, jurisdicionada à Diretoria Regional de Educação de paraíso, realizou, nesta quarta-feira, 18, a palestra com o tema a preservação da fauna e da flora, proferida por Adailton Fernandes Glória, gerente do Parque Estadual do Cantão.
A palestra é uma ação do Projeto Político Pedagógico da unidade escolar e tem como objetivo conscientizar os estudantes sobre a importância da preservação da fauna e da flora brasileiras.
O Tocantins possui uma das áreas protegidas mais importantes da Amazônia brasileira, composta por diferentes ecossistemas. A preservação das espécies animais e vegetais, bem como a manutenção desse ecossistema é o objetivo do Parque do Cantão, em Caseara. A Escola José Alves de Assis é parceira do Parque.
Preservar os recursos naturais do Parque, que tem o grau de conservação e o berçário de peixes do médio Araguaia, aumenta a responsabilidade de todos os cidadãos para com a conservação do meio ambiente.
A preservação de espécies animais e vegetais, e a consequente manutenção dos ecossistemas, é o objetivo do projeto de Conservação da Fauna e Flora. A preservação da fauna está sendo assegurada por meio dos trabalhos de manejo, monitoramento e salvamento.
Favorecer o desenvolvimento sustentável é um dos objetivos apontados na palestra. Para tanto, é preciso recuperar áreas que sofreram impacto ambiental, promover o turismo sem depredar a natureza. Espécies ameaçadas de extinção como a onça-pintada, a ariranha, o jacu-de-barriga-castanha e o pirarucu são exemplos existentes no Parque Cantão daquele município.
Ações de combate a atividades predatórias como caça, pesca, queimadas, desmatamento e até a coleta de plantas, ovos, entre outras formas, são realizadas constantemente. Tudo deve ser desfrutado com cuidado, pois o Parque permite a proximidade com a natureza, com suas múltiplas trilhas.
Passeio de balsa e de canoas indígenas, circuitos de arvorismo, observação de fauna e flora, recreação em geral, principalmente na temporada em que se formam praias na região, acampamentos e pesquisas científicas são realizados de forma controlada.
Conforme Kátia Sirelene Martins Rocha, coordenadora pedagógica, a ação contribui muito para a aprendizagem. “Ter uma pessoa que trabalha diretamente com a preservação do meio ambiente para falar sobre fauna e flora é muito importante. Estamos muito felizes com essa parceria e queremos continuar, pois dessa forma garantiremos um trabalho mais eficaz”, finalizou.



segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Estudantes realizam simulado de língua portuguesa e matemática voltado para a avaliação da Prova Brasil



A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), por meio da Gerência de Avaliação da Aprendizagem, aplicará dois simulados para os alunos do 5º e 9 ano do ensino fundamental e para a 3ª série do ensino médio da rede estadual. Nesta quarta-feira, 11, ocorre o primeiro.  Já o segundo simulado acontecerá no dia 18. O objetivo é ofertar educação de qualidade para todos os alunos com ações que fortaleçam a participação e garantam o êxito dos estudantes nas avaliações do Saeb/Prova Brasil.
As provas foram elaboradas e reproduzidas pela Seduc, e serão aplicadas e corrigidas pelas unidades escolares. Os alunos receberão todas as orientações em relação ao simulado como tempo, número de questões, organização dos blocos e preenchimento do cartão resposta. Tudo tendo como base o formato das avaliações externas da Prova Brasil.
Os alunos do 5º ano irão responder a uma prova contendo 44 questões, sendo 22 de matemática e 22 de língua portuguesa. Já os alunos do 9º ano do ensino fundamental e da 3ª série do ensino médio terão uma prova composta de 52 questões. Os conteúdos avaliados serão de matemática e língua portuguesa para todas as turmas.
Conforme Luzia Ribeiro, diretora da Escola Estadual Dona Cândida de Freitas, de Divinópolis, jurisdicionada à Diretoria Regional de Educação de Paraíso, o simulado contribui para a melhoria da aprendizagem. “Os alunos vêm se preparando desde o primeiro semestre e, nesta reta final, o simulado favorece o sucesso na realização da Prova Brasil”, ponderou.
Daniel Martins, do 9º ano, da Escola Estadual Dona Cândida de Freitas, disse que o simulado vai contribuir para o bom desempenho escolar. “Esse simulado ajuda a melhorar as notas na escola. Achei o conteúdo da prova com o nível de conhecimento médio”, comentou.


quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Estudante de Divinópolis fala de seu projeto no Parlamento Juvenil do Mercosul em reunião de diretores regionais

A estudante Beatriz Barbosa Santana, da 2ª série do ensino médio, do Colégio Estadual João Dias Sobrinho, de Divinópolis, jurisdicionado à Diretoria Regional de Educação de Paraíso, compareceu acompanhada de seus pais à reunião de diretores regionais de educação, na sede da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), nesta terça-feira, 3.
Beatriz Santana é muito dedicada aos estudos e desenvolve ações como ballet clássico, canto, além de ser uma ativista de causas sociais, na cidade onde vive. Ela é a representante do Tocantins, eleita com 1033 votos com o projeto Responsabilidade e Respeito: Educação formando cidadãos, e representará o Tocantins no Encontro Internacional do Parlamento Juvenil do Mercosul entre os dias 6 e 9 de outubro, em Montevidéu, no Uruguai. 
Ao todo, no Brasil foram selecionados 27 alunos para representarem o País no programa Parlamento Juvenil do Mercosul (PMJ) 2016-2018. Beatriz Santana representará o Tocantins com o projeto que tem como objetivo principal favorecer e promover o protagonismo juvenil, abrindo espaço para diálogos e discussões acerca de temas vinculados à educação.
Os temas do projeto são inclusão educativa, participação cidadã, direitos humanos, diversidade de raça, etnia e gênero, integração regional e trabalho. Todos esses assuntos estarão presentes no tema “O ensino médio que queremos”, no qual os alunos irão elaborar propostas que abordam as necessidades e anseios comuns da juventude dos países do Mercosul.
A estudante agradeceu o apoio recebido. “Agradeço o apoio de meus pais, da escola e de toda a minha família. Espero trazer benefícios para a escola, para minha cidade e para o Tocantins, pois o projeto foca o envolvimento dos alunos na escola e na sociedade”, comentou.
José Batista de Santana e Jandislea de Jesus Barbosa Dias Santana estão satisfeitos com o desempenho da filha. “O apoio da escola, da Diretoria Regional de Educação de Paraíso e de todos que se empenharam em ajudar a Beatriz foi fundamental”, agradeceram.
Neivon Bezerra de Souza, diretor Regional de Educação de Paraíso, enfatizou que o sucesso é fruto de um trabalho coletivo. “Esse é resultado de um conjunto de esforços da Diretoria Regional, da Seduc, dos professores e principalmente da estudante”, comentou.
A titular da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes, professora Wanessa Zavarese Sechim, destacou a contribuição dos estudantes para que avanços na Educação aconteçam. “A educação existe por causa dos alunos e é de extrema importância que eles opinem sobre a escola que querem. Desejamos boa sorte à representante do Tocantins, uma aluna da rede estadual, e que ela possa desenvolver, ao longo desses dos anos, as ações propostas pelo projeto e que impactem positivamente a vida dos estudantes tocantinenses”, ressaltou Wanessa Sechim.
Parlamento Juvenil do Mercosul
O projeto de protagonismo juvenil para estudantes do ensino médio surgiu no setor educacional do Mercosul em 2010. Coordenado pela Assessoria Internacional do Ministério da Educação (MEC), ele busca promover o protagonismo juvenil, de forma a contribuir para a integração regional dos jovens parlamentares. Os eleitos para um mandato de dois anos discutem, aprovam e recomendam a adoção de políticas educativas que promovam a cidadania e uma cultura de paz e respeito à democracia, aos direitos humanos e ao meio ambiente.


segunda-feira, 2 de outubro de 2017

QUATRO TOCANTINENSES DISPUTAM VAGA PARA REPRESENTAR O TO EM INTERCÂMBIO NOS EUA



Foi divulgado, na manhã desta segunda, 2, os nomes dos quatro estudantes semifinalistas do Programa Jovem Embaixador (PJB) 2018. De acordo com a secretária de Estado da Educação, professora Wanessa Sechim, um deles será escolhido para representar o Tocantins em intercâmbio nos Estados Unidos, de 13 de janeiro a 3 de fevereiro de 2018. Os outros três alunos participarão do Curso de Imersão da Língua Inglesa, em Brasília. Neste ano, a Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) registrou mais de 200 inscritos no processo seletivo do Jovem Embaixador.

Os candidatos do Tocantins que irão disputar a vaga no PJB 2018 são: César Sousa Silva, aluno do Colégio Estadual Adolfo Bezerra, de Araguaína; Eros Silvian Borges Coelho Teixeira, da Escola Estadual Dr. Joaquim Pereira Costa, de Gurupi; Gabriel Gomes Neves, do CEM Oquerlina Torres, de Guaraí; Maria Carolina Azevedo, do Instituto Presbiteriano Vale do Tocantins, Paraíso.

A secretária de Educação destacou a atuação da Seduc no incentivo à participação dos estudantes tocantinenses em iniciativas como o Jovem Embaixador e o Parlamento Jovem Brasileiro.  “Temos trabalhado muito no sentido de estimular a participação dos nossos alunos em programa como esses, que valorizam o comprometimento com os estudos, o protagonismo juvenil e o voluntariado. A Seduc é parceira do PJB e do Jovem Embaixador e de tantos outros projetos, porque eles valorizam o potencial dos alunos da rede pública e a relevância desses projetos é imensa para o crescimento dos nossos estudantes”, enfatizou Wanessa.

Jovem Embaixador

Na oportunidade, o estudante Guilherme Gandara da Fonseca, o Jovem Embaixador do Tocantins em 2017, falou de sua experiência no programa. “Por três semanas, conhecemos a cultura americana e levamos um pouco da nossa para eles. Ter sido selecionado foi indescritível, ainda mais sendo aluno de escola pública de uma cidade pequena. Poder chegar aos Estados Unidos pelo meu mérito estudantil e atuação como voluntário é muito gratificante. Agradeço imensamente aos meus professores e minha escola que me incentivaram e acreditaram que eu era capaz”.  Na época da seleção, em 2016, ele era aluno do Colégio Estadual Lavandeira, do município de Lavandeira, localizado na região Sudeste do Estado.

O programa, idealizado pela Embaixada Americana e desenvolvido no Brasil em parceria com o Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed), é destinado aos alunos da rede pública, com excelente desempenho escolar, domínio da língua inglesa e experiência em voluntariado.  O intercâmbio do PJB proporciona aos alunos conhecerem a capital dos EUA, Whashington e outras cidades, onde ficarão hospedados em casas de famílias voluntárias.

Eles participam de reuniões com autoridades do governo Americano e líderes comunitários, visitarão escolas e projetos sociais, além de participar de atividades voluntárias. Por onde passarem, os estudantes brasileiros farão uma apresentação relatando diversos aspectos do Brasil. No retorno, os jovens embaixadores apresentarão planos de ação na área de voluntariado e terão a missão de implementar as ações nas comunidades onde vivem, ao longo do ano de 2018.

 https://www.t1noticias.com.br/estado/quatro-tocantinenses-disputam-vaga-para-representar-o-to-em-intercambio-nos-eua/88065/