segunda-feira, 19 de março de 2018

Paraíso do Tocantins recebe Caravana da Juventude

Paraíso do Tocantins recebeu na manhã desta segunda-feira, dia 19, a Caravana da Juventude, evento promovido pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Educação, Juventude e Esportes, que levou aos alunos do Centro de Ensino Médio José Alves de Assis, no centro da cidade, apresentações artísticas e palestras sobre temas como drogas, violência, Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e respeito mútuo.
Com início às 8h30, a caravana contou com as presenças do Vice-Prefeito de Paraíso e Secretário de Desenvolvimento Econômico, Celso Morais, do Secretário Municipal de Esporte e Juventude, Osmarivan Moreira, do Deputado Estadual Nilton Franco (MDB), do Superintendente Estadual de Juventude, Ricardo Ribeirinha, do Presidente da Câmara Municipal de Paraíso, Vereador Professor Deley (PSC), além de outros representantes do legislativo municipal, dentre outras autoridades.
 De acordo com Ribeirinha, a Caravana da Juventude já percorreu 110 municípios no Estado e surgiu através de demanda da população. “A Caravana nasceu após um amplo debate com diversos setores da juventude, dentro de uma proposta de política integrada, que possibilita visitarmos os rincões do Tocantins, usando a estrutura que temos do governo, na área da saúde, educação, segurança pública”, explica o Superintendente.
Celso Morais parabenizou a iniciativa desenvolvida pelo Governo do Estado e destacou o caráter informativo do evento. “O evento foi preparado para os jovens e tratou de assuntos do interesse deles e tudo que foi dito pelos palestrantes teve um grande proveito”, ressalta. Também presente na oportunidade, o Secretário Municipal de Esporte e Juventude, Osmarivan Moreira, falou sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido pela administração municipal com relação às palestras direcionadas a juventude, “O governo municipal tem feito sua parte, desenvolvendo e apoiando essas políticas públicas voltadas aos jovens”. Ressalta.
 A programação contou com palestras, com Ricardo Ribeirinha e Douglas Sanches, que abordaram assuntos sobre drogas e bullying, além de Daiane Faria, que falou sobre IST e Wallace Martins, sobre ID Jovem

sexta-feira, 16 de março de 2018

Inscrições para o Encceja 2018

O Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgaram o cronograma do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), que em 2018 terá quatro aplicações. Por meio do Encceja, pessoas com mais de 18 anos podem concluir o ensino fundamental ou médio e receber a certificação. O período de inscrições se inicia em 16 abril e segue até 27 do mesmo mês.
O Encceja é realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e, no Tocantins, conta com a parceria da Secretaria de Estado da Educação Juventude e Esportes (Seduc) para oferecer a certificação dos participantes ou emitir a declaração parcial de proficiência, com base nos resultados do exame.
O edital do Encceja Nacional 2018 foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) de quarta-feira, 14. Neste ano, o participante que não comparecer à aplicação das provas das áreas de conhecimento para as quais se inscreveu e não justificar sua ausência deverá ressarcir aos cofres públicos o custo gasto com ele, acrescido da correção do IPCA, se tiver interesse em fazer o Exame novamente.
Em 2017, no Tocantins, 18.783 fizeram as provas para a conclusão do ensino médio.  Neste ano, a Seduc vai intensificar a divulgação de todas as etapas do Encceja. “Faremos uma mobilização por meio das Diretorias Regionais de educação e nas escolas, para que as informações cheguem até os familiares dos nossos alunos, que tenham o desejo de concluir estas etapas do ensino básico. Através do exame, jovens e adultos passam a ter a possibilidade de dar continuidade aos estudos, fazendo um curso técnico, ou mesmo o ensino superior. Com o certificado de conclusão em mãos, aumentam também as chances de essas pessoas entrarem no mercado de trabalho”, enfatizou o gerente de Avaliação da Aprendizagem da Seduc, Emerson Azevedo Soares.
Provas
O Encceja Nacional terá provas em 5 de agosto e o Encceja Exterior, em 16 de setembro. As edições direcionadas a adultos submetidos a penas privativas de liberdade e adolescentes sob medidas socioeducativas que incluam privação de liberdade (PPL) serão realizadas em setembro. Enquanto o Encceja Exterior PPL terá as provas aplicadas entre 17 e 21, o Encceja Nacional PPL será realizado em 18 e 19.

quarta-feira, 7 de março de 2018

Diretorias de Educação mobilizam municípios com ações do Dia “D” da Base Nacional Curricular Comum


Nesta terça-feira, 6, está acontecendo, em todo o País, ações alusivas ao Dia “D” de mobilização  com a finalidade de implementar a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) da educação infantil e do ensino fundamental. No Tocantins, a Secretaria de Educação, Juventude e Esportes, realiza ações durante todo o dia, nas Diretorias Regionais de Educação (DRE).
Em Guaraí, o encontro foi realizado no período da manhã, com a presença de técnicos e assessores da DRE e gestores das escolas privadas. “Haverá mobilização em 99% dos municípios da nossa regional, e orientamos aos gestores das unidades de ensino estaduais que participem das ações realizadas pelos municípios”, frisou o Padre Milton Alves da Silva, diretor regional de Educação de Guaraí.
Em Arraias, a mobilização foi realizada, na parte da manhã, na Escola Estadual Joana Cordeiro, com a participação de representantes das escolas estaduais, municipais e privadas. A diretora regional de Educação de Arraias, Leila Maria Florêncio Ramos França, destacou o interesse dos participantes. “Hoje estamos realizando apenas uma mobilização, o estudo da BNCC acontecerá de fato nas escolas com a presença de todos os professores. Esse encontro teve o objetivo de ajudar a conhecer e se apropriar do documento da BNCC. Representou um momento rico pela troca de informações”, frisou Leila.
Também realizaram encontro, no período da manhã, a equipe da Diretoria Regional de Educação de Colinas, com os técnicos da DRE e equipes das escolas.
A DRE de Gurupi contou com a presença da reitora da Unirg, Lady Sakai, que apresentou um histórico sobre o processo de formação da BNCC no Tocantins. Lá também foram abordadas as competências gerais da base. “Devemos promover a discussão sobre a estrutura e as competências definidas na Base Nacional Comum Curricular, visando dar conhecimento e publicidade a esse documento”, esclareceu a diretora regional de Educação, Nilceia Francisco Costa Camargo
 Em Paraíso do Tocantins, a mobilização foi realizada pela manhã, na sala de reuniões da própria DRE.  Segundo o diretor Regional de Educação de Paraíso, Neivon Bezerra de Sousa, destacou que este é um dia histórico, quando a BNCC está sendo discutida em todo o território nacional, seguindo o direcionamento do MEC. “As 13 Regionais estão hoje, juntas, num mesmo propósito, em busca de consolidar esse tão importante mecanismo, que sem dúvida vem como um divisor de águas no ensino e na aprendizagem em nosso país”, ressaltou.
 O técnico de Currículo de Matemática da DRE de Paraíso, Arlindo Pereira Rodrigues, relatou a importância desse momento de estudo. “Unificar o currículo, de todos os anos e séries, é de uma importância fundamental, porque acredito que a partir do momento em que esse trabalho é feito em âmbito nacional vai melhorar significativamente o resultado no aprendizado dos alunos”, disse.
  

quinta-feira, 1 de março de 2018

Surgiu doa livros para escolas da Rede Estadual de Ensino da Regional de Paraíso TO



Na manhã desta quarta-feira, 28, o representante do site Surgiu ofertou a doação de vários livros para a Diretoria Regional de Educação de Paraíso do Tocantins, essa por sua vez repassou os livros para alguns diretores de escolas estaduais dessa Regional. A doação aconteceu no segundo dia de reunião de diretores e coordenadores de escolas estaduais jurisdicionadas pela DRE, no auditório da Câmara Municipal dessa cidade, nos dias 27 e 28 de fevereiro de 2018.
Para o professor Francisco Antônio, diretor do Colégio Estadual de Cristalândia, “livros sempre são instrumentos de aprimoramento pessoal e intelectual, transforma pessoas e edifica conhecimentos.”
Conforme Tony Rêgo, “Estamos apenas fazendo uma contribuição às partes que precisam deste instrumento, que é os livros. É muito muito bom saber que essa ferramenta estará à disposição de algumas escolas, pois através dos livros impresso temos a capacidade de realizar uma leitura ou pesquisa e poder meditar sobre o assunto sem que outras informações lhe tirem a atenção.” Contribuiu o representante do Surgiu.
O diretor Regional de Educação, Professor Neivon Bezerra de Souza reiterou que, “esta ação é mais uma dentre as tantas que o site Surgiu através de seus representantes tem proporcionado à educação da nossa região,” disse o diretor.
A reunião de diretores e coordenadores trata de assuntos relacionados às diversas esferas administrativas e pedagógicas, sempre em busca do aprendizado do aluno, da sua formação cidadã e de melhores índices avaliativos para que se alcance resultados e metas planejados.
A entrega dos livros para a Diretoria Regional de Educação aconteceu no último dia 23 de fevereiro, quando o diretor Neivon Bezerra foi até a redação do Surgiu para receber os exemplares.

INSTITUTO PRESBITERIANO VALE DO TOCANTINS COMPLETA 57 ANOS DE ATIVIDADE EDUCACIONAL





O Instituto Presbiteriano Vale do Tocantins, escola conveniada, jurisdicionada à Diretoria Regional de Educação, realizou breve solenidade na comemoração dos seus 57 anos de atuação no ensino no município de Paraíso do Tocantins.






A professora da disciplina de matemática Renata Cristina Calderado, falou “da satisfação de servir à educação em tão conceituada instituição de ensino. É uma escola com conceito vocacional, que trabalha o pedagógico e o pessoal.”





A aluna Isadora Barbosa Cavalcante falou da “importância do trabalho pedagógico, do auxílio contínuo de todos buscando o aprendizado e melhores resultados nas avaliações externas. Amo estudar aqui!”, disse a aluna.







A diretora do Instituto, Eonilda Batista Martins exaltou o trabalho de todos. “Estamos focados na qualidade do ensino, visando sempre o ingresso dos nossos alunos nas universidades, na formação integral do aluno, que sempre foi o elemento principal nesses 57 anos de trabalho contínuo na educação de Paraíso e região.





Com aproximadamente 1.100 alunos, o Instituto Presbiteriano Vale do Tocantins é uma das principais Unidades Escolares da Regional, e comemora mais um ano enfatizando o comprometimento de todos em busca de melhores resultados nos índices de avaliação internos e externos.





Na solenidade, o ex-aluno Ademir Barbosa Rego evidenciou: “Tenho orgulho de ter frequentado essa escola ainda nos idos da década de  60, e aqui desenvolvi muito do que trago na minha vida de cidadão, do conhecimento e da cidadania”, disse o jornalista.

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Emoção e homenagens marcaram o lançamento do Colégio da Polícia Militar em Paraíso

O Governador Marcelo Miranda teve uma agenda intensa em Paraíso, na tarde desta sexta-feira, 16. Ele visitou as obras da Escola de Tempo Integral de Paraíso, entregou viaturas ao Comando do 8º Batalhão da Polícia Militar e lançou o Colégio da Polícia Militar – Unidade V –Diaconízio Bezerra da Silva. A solenidade foi acompanhada por centenas de pessoas: alunos, professores, políticos e comunidade em geral. Marcelo Miranda ressaltou o trabalho realizado nesses três anos de gestão em defesa dos interesses da sociedade. “Este é tempo de reflexão, porque no momento, o Brasil nos chama a reflexão. E muito importante entregar uma obra como uma escola desse porte, não pelo prédio, mas pelas oportunidades que estamos proporcionando aos jovens de desenvolverem suas habilidades artísticas, no esporte e nos estudos. Conversamos com alguns alunos e percebemos que o semblante da escola mudou, os estudantes estão mais motivados”, ressaltou.
Na solenidade, representou a secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Wanessa Zavarese Sechim, o subsecretário Jarbas Ferreira da Costa, que ressaltou a aprendizagem dos alunos, já comprovada nas escolas administradas pela Polícia Militar.  Ele citou a ação Seduc Descentralizada, na qual a equipe da Secretaria ouviu os representantes das escolas estaduais. “Dessa forma conhecemos a realidade de cada município”, disse Jarbas.
A secretária Wanessa Sechim esclareceu que a implantação do Colégio da Polícia Militar em Paraíso foi uma solicitação da comunidade realizada na ação Seduc Descentralizada.
Aparecendo resultados
O Colégio da Polícia Militar de Paraíso, com apenas um mês de aulas, já apresenta resultados significativos. É o que conta o diretor da escola, o Capitão Fernando Gomes Oliveira. “Já recebemos comunicados de pais dizendo que o seu filho apresentou 80% de melhora com relação ao comportamento com a família. Isso é motivo de muita satisfação e alegria com o trabalho que estamos realizando”, disse.
Neuton Gomes dos Santos reside próximo à escola, tem quatro filhos matriculados na unidade escolar. “É uma diferença grande, depois que esses meninos começaram a estudar numa escola militar. Antes eles respondiam aos pais, agora, aprenderam a respeitar mais a família”, frisou.
O aluno Bruno Cavalcante, 15 anos, estudante da 2ª série do ensino médio, explicou que saiu do Instituto Presbiteriano para estudar na escola militar por causa da disciplina. “Estamos mais motivados com os estudos e a escola superou as minhas expectativas”, afirmou.
A estudante Lorrane Martins, 11 anos, aluna do 7º ano do ensino fundamental, também destacou a disciplina como uma forma de melhorar o seu modo de vida e sua expectativa para um futuro promissor.
Thays Fernanda Dias, que leciona Química, Física e Matemática, e Maria Mercês, de Língua Portuguesa, explicaram que houve uma mudança na forma de os alunos se comunicarem com os professores. “A escola está mais organizada, os alunos prestam mais atenção nos conteúdos e percebemos que há uma maior aprendizagem”.
Homenagem
A Escola tem o nome Diaconízio Bezerra da Silva, um professor que amava a Geografia e dominava a Língua Portuguesa. Ele é pai do diretor regional de Educação de Paraíso, Neivon Bezerra. Na ocasião, a esposa de Diaconízio, Inês Ribeiro da Silva e filhos receberam uma placa de homenagem pela contribuição que o professor Diaconízio proporcionou para a comunidade de Paraíso. Ele faleceu em 2000 e teve 10 filhos.
Visita
A equipe do Governador Marcelo Miranda visitou as obras da Escola de Tempo Integral de Paraíso. Uma unidade escolar padrão que atenderá 1.500 alunos, e com uma superestrutura com piscina olímpica, área de camping, amplo refeitório, amplas salas de aula. A obra já está com 53% pronta, com previsão de entrega para dezembro de 2018.
A escola padrão de Paraíso tem um valor estimado de R$ 12 milhões e 300 mil, está sendo construída com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e do Tesouro Nacional e ocupa um terreno de 10 mil e 581 metros.






 

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Inep divulga resultados do Encceja e estudantes já podem solicitar certificação do ensino médio

Os resultados do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja Nacional) 2017 para obtenção de diploma de ensino médio já podem ser consultados no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Para conferir as notas, é necessário informar o CPF e a senha cadastrada na Página do Participante. No Tocantins, as provas foram realizadas em 12 das 13 sedes das Diretorias Regionais de Educação, com exceção de Pedro Afonso, e tiveram 18.783 inscritos do ensino médio.
Aqueles que escolheram a Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) como instituição certificadora, no ato da inscrição, devem procurar uma das 13 Diretorias Regionais de Educação (DRE) para solicitar a expedição do certificado.
A gerente de Certificação, Normatização e Inspeção da Seduc, Isolda Pacini, explicou como proceder. “Primeiro o estudante precisa acessar o site do Inep e conferir se as notas mínimas foram alcançadas. Em seguida, procurar a sede de uma das DREs, para solicitar o certificado. É necessário que o estudante apresente Certidão de Nascimento ou Casamento, RG e CPF, além do resultado impresso”, disse.
Segundo ela, os participantes que alcançaram a nota mínima exigida nas quatro áreas de conhecimento (100 pontos) e na redação (5 pontos) terão a conclusão do ensino médio validada. Porém, aqueles que obtiveram a nota mínima em apenas uma, duas ou três áreas de conhecimento, podem solicitar a declaração parcial de proficiência junto às DREs. Na área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, e na Redação, para o participante possa receber a declaração parcial, é necessário atingir as duas notas mínimas (100 e 5 pontos, respectivamente) em uma mesma edição do Exame.
“Com esse documento, quem não teve nota suficiente em todas as áreas, fica liberado de realizar as provas dessas áreas de conhecimento em futuras edições do Encceja e precisará fazer as provas apenas daquelas áreas em que não obteve a pontuação necessária”, ressaltou Isolda. 
Os demais resultados do Encceja, referentes à certificação do ensino fundamental, assim como das edições para pessoas privadas de liberdade e realizadas no exterior, permanecem com a divulgação prevista para 30 de março deste ano.

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

JOVEM EMBAIXADORA RERORNA AO TOCANTINS



A estudante Maria Carolina Azevedo, de Paraíso do Tocantins, selecionada no programa Jovens Embaixadores, retornou ao Brasil juntamente com os outros 49 alunos também selecionados para o intercâmbio de três semanas nos Estados Unidos.
A tocantinense representou o Estado na iniciativa da embaixada americana, que selecionou para a edição de 16 anos do programa 50 estudantes da rede pública brasileira. Eles foram selecionados entre mais de 23 mil candidatos de todas as partes do país.
Depois do período de orientações em Brasília, os jovens embaixadores embarcaram para a capital estadunidense, Washington D.C, na sexta-feira, 12 de janeiro. Depois, em  grupos menores, cumpriram agenda em cinco cidades diferentes, onde foram hospedados por famílias americanas voluntárias. Maria Carolina irá conhecer a cidade de Tulsa, no estado de Oklahoma.
Aluna do Instituto Presbiteriano Vale do Tocantins, a jovem embaixadora tocantinense compartilha suas experiências com alunos da rede pública, mostrando incisiva narrativa, que sua conquista é possível a qualquer aluno que se aplique e cumpra os requisitos exigidos para que se possa ser um embaixador, ou mesmo realizar qualquer outro sonho. “Tudo se consegue com empenho e dedicação”, disse Maria Carolina a uma plateia atenta.
Durante as três semanas, os jovens embaixadores participaram de reuniões com autoridades do governo americano e líderes comunitários, fizeram visitas a escolas e projetos sociais, museus, participaram de atividades de voluntariado e fizeram apresentações sobre o Brasil e a cultura de cada estado e comunidade. Ao final dessa experiência, eles irão apresentar um projeto voltado para a justiça social e trabalho voluntário, que poderá ser implementado em suas comunidades.
KETLEY JORDANA
Ketley Jordana Maria Sousa, aluna da 2ª Série do Ensino Médio do Instituto Presbiteriano Vale do Tocantins, enfatizou que “foi muito importante a palestra que Maria Carolina nos proporcionou porque nos incentiva a buscar nossos sonhos, a estar atenta às oportunidades para conseguirmos realizar grandes objetivos em nossa vida escolar, particular e profissional.”


PROFESSORA DIVONE
Divone Silva Barros, professora da disciplina de Inglês frisou que “ é gratificante ver uma aluna compartilhar experiências vividas. Por ser tão pouco provável, uma conquista como essa desperta os sonhos e a certeza de que tudo é possível com empenho e dedicação.”
O programa, idealizado pela Embaixada Americana, é destinado aos alunos da rede pública, com excelente desempenho escolar e domínio da língua inglesa, que pertençam à camada socioeconômica menos favorecida e que tenham perfil de liderança. Outro pré-requisito é a participação em serviço voluntário.
Maria Carolina, disse: “É muito importante essa experiência em minha vida, e tem sido ainda mais poder  compartilhar com outras pessoas as incríveis situações com as quais fomos confrontados em nossa missão. Espero que essa conquista sirva de exemplo para outros jovens, e mostre a importância da busca e de se acreditar nos sonhos”, disse a embaixadora
MARIA CAROLINA